Cidade Destaques Política

Gafe da semana; Prefeito economizou até no equipamento de som para discurso.

Gafe da semana; Prefeito economizou até no equipamento de som para discurso

O prefeito de Matozinhos na região metropolitana de Belo Horizonte, Antonio Divino de Souza, passou por mais uma situação constrangedora na manhã do último domingo (10), quando recepcionou junto com mais três vereadores, Zélia Pezine, Brandão e Marli Vale, na porta do poder executivo a caravana da Cultura Racional.

Com uma organização britânica, todos os componentes da Banda vestidos de branco deram um show à parte, primeiramente com o hasteamento da bandeira do Brasil ao som do Hino Nacional, muito bem orquestrado diga-se de passagem, encantou ao pequeno público que se fazia presente no local. Para agradecer a presença o prefeito deveria usar um microfone, mas depois de algum tempo de tentativas de fazer o eletrônico funcionar, resolver falar sem o recurso, somente no gogó, deixando frustrados aqueles que estavam ali para as homenagens do executivo.
4

Assim como o Divino, os vereadores presentes também fizeram uso da palavra (somente especialistas em leitura labial e os que os ladeavam ouviram as curtas palavras do administrador do município e dos vereadores).

Logo após a belíssima apresentação os componentes da banda seguiram para o bairro Floresta, tocando lindas melodias até a residência de Marlene Vale, onde foram recepcionados com um delicioso almoço.

Há de ressaltar que em outras datas,  o executivo e nem o legislativo recepcionavam o grupo da Cultura Racional.

3

A Cultura Racional

É uma cultura difundida por meio de livros. Propõe o desenvolvimento natural do raciocínio para o equilíbrio pessoal. Um dos seus princípios é não ser contrária a nada e sim complementar. Portanto, o estudo deste conhecimento é independente da religião, seita, doutrina, filosofia ou ideologia particular sendo o estudo individual da obra intitulada Universo em Desencanto a forma que se apresenta esta cultura.

Os participantes desta cultura denominam-se estudantes, sem diferenciação entre eles. Formação de grupos e práticas de ensino em relação aos assuntos tratados nela, bem como mistificações ou doutrinações são consideradas práticas contrárias ao conhecimento proposto. Há apenas organizações simples para realização de algumas atividades sociais de colaboração que vão desde conferências, palestras, divulgações em praças ou de porta em porta, a eventos cívicos, colaborações com um retiro em Nova Iguaçu/RJ, com uma gráfica e livrarias em diversas localidades. Há também liberdade para colaborações espontâneas, de todas as formas, jeitos e maneiras pelas possibilidades de cada estudante.

Os estudantes alegam que a obra é escrita em linguagem popular e com muitas repetições sendo esse método usado para ativação do raciocínio do leitor, deslocando-o do domínio do pensamento enquanto estuda, levando-o a uma outra interpretação da realidade como meio de ajustar o equilíbrio da mente.

 

2

Por que usam a cor branca?

Eles se vestem de branco, porque creem estar unidos aos Habitantes do MUNDO RACIONAL, que anunciam a paz, o amor e a fraternidade universal, mostrando e provando e comprovando de onde todos vieram, como vieram e por que vieram e para onde vão, o MUNDO RACIONAL. Então, o traje de branco só transmite influências boas, por estar unido aos bons

Da redação – Pesquisa no Wikipédia