Destaques Polícia

Três suspeitos de assalto no Paraguai morrem em tiroteio com a PF

Confronto foi em Itaipulândia, no Oeste do Paraná; nessa madrugada, um grupo fortemente armado roubou US$ 40 milhões de empresa de valores em Ciudad del Este

A Polícia Federal (PF) informou que outros dois homens feridos foram presos – um deles, em uma rodoviária, tentando embarcar para São Paulo. Eles estão entre os 50 homens que participaram do roubo a uma transportadora de valores durante a madrugada desta quarta.

Ainda segundo o G1, cinco veículos foram apreendidos (entre eles, um carro de polícia), um fuzil, uma pistola, um barco, 7 quilos de explosivos, malotes vazios e munição de grosso calibre.

O assalto

Ao menos 30 homens com armas de guerra invadiram o prédio da empresa de valores Prosegur, explodiram cofres e levaram US$ 40 milhões (cerca de R$ 120 milhões), na madrugada desta segunda-feira (24) em Ciudad del Este, cidade paraguaia na fronteira com o Brasil.

Segundo a imprensa do país vizinho, este pode ter sido o maior assalto da história do Paraguai. Armados com fuzis automáticos e metralhadoras ponto 50, os criminosos bloquearam ruas, incendiaram veículos e dispararam rajadas contra prédios públicos.

Acuada, a polícia pediu reforços e munições. Um policial do Grupo Especial de Operações da polícia paraguaia foi atingido e morto. De acordo com a delegada Denise Duarte, que investiga o assalto, testemunhas disseram que a ação foi praticada por um “esquadrão do crime” e que os criminosos falavam em português.

A suspeita é de que o assalto tenha sido praticado por grupos ligados a organizações criminosas brasileiras que disputam o controle da fronteira, como o Comando Vermelho (CV) e o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Com agências.

Redação

1.036 Comentários

Clique para postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.