Destaques Polícia

Polícia Civil cumpre mandados em empresa de segurança veicular

Durante a operação, a PCMG identificou veículos que pertenciam aos associados remarcados, transplantados ou emendados de forma ilegal

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu, nesta quarta-feira (12), mandado de busca e apreensão na sede de uma associação de proteção veicular, no bairro Industrial, em Contagem. Também foram cumpridos mandados na residência do presidente da associação e do gerente. Os homens portavam armas de fogo de forma ilegal.

“Há vários anos, vêm atuando de forma ilegal, em Belo Horizonte, algumas associações do ramo de seguro, sem autorização do banco central para tal. Essa associação, hoje é a mais forte atuando no ramo aqui em Belo Horizonte”, explicou Cláudio Utsch, Coordenador de Operações Policiais do Detran-MG. Há indícios de lavagem do dinheiro angariado pela empresa, que possui mais de 30 mil associados.

De acordo com Cláudio Utsch, Coordenador de Operações Policiais do Detran-MG, o serviço é usado não só para lesar o consumidor, mas também a Receita Federal e a administração pública. A ação da Polícia Civil tem como objetivo combater as adulterações de sinais identificadores em carros vendidos pela associação, que se originaram de sinistros dos carros de seus associados.

Durante a operação, a PCMG identificou veículos que pertenciam aos associados remarcados, transplantados ou emendados de forma ilegal.  As investigações apontam que os suspeitos utilizavam documentos dos veículos acidentados com perda total para vender veículos roubados e colocá-los em circulação novamente.

As investigações prosseguem para total apuração dos fatos.

Da redação – Com ASCOM da Policia Civil de MG