Brasil Cidade Destaques Saúde

Moradores encontram macaco morto próximo à Serra de Santa Helena em Sete Lagoas

No dia 13 de fevereiro, um morador de um sítio na região dos Tropeiros, zona rural de Sete Lagoas, também encontrou um macaco morto

Na manhã dessa segunda-feira (6), um macaco foi encontrado morto por moradores do bairro Jardim Arizona, próximo à Serra de Santa Helena. Este é o segundo caso de morte de primata não humano registrado em Sete Lagoas este ano.

O corpo do animal foi recolhido pela equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, será encaminhado para análise. O exame que revelará a causa da morte do macaco deve ficar pronto dentro de um mês.

No dia 13 de fevereiro, um morador de um sítio na região dos Tropeiros, zona rural de Sete Lagoas, também encontrou um macaco morto (relembre aqui). O resultado do exame deve ser liberado nos próximos dias.

Casos também estão sendo investigados pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais em Capim Branco, Morada Nova de Minas, Santo Hipólito e Três Marias. Há ainda rumores de epizootia (doença em animal) em outros oito municípios da Regional de Saúde de Sete Lagoas. Já foi confirmada a morte de um macaco por febre amarela em Curvelo.

Vale ressaltar que os animais são indicadores importantes para a vigilância da febre amarela, mas não são responsáveis pela transmissão. Não há notificação da doença em humanos nas 35 cidades da Regional.

Da redação – Com Setelagoas.com.br

Redação

Comentar

Clique para postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.